Certamente você já se deparou com a frase: “o mercado é mutável”, óbvio não é mesmo? Porém, na prática essa informação parecer não ser tão disseminada como muito se arroga por ai.

O mercado não espera mais por “gurus do conhecimento” ou “mentes brilhantes”, tudo é muito rápido e para não se perder nesse turbilhão de informações e conceitos, o gestor deve ter capacidade de ler e interpretar realidades. A questão é que, não é mais como era antigamente, está infinitamente mais exigente e não
espera por ninguém.

O tempo do “achismo” ou da “sacada genial” foi substituído por estudos embasados em pesquisas científicas. Estamos na era do conhecimento, da conectividade do pensamento sistêmico.

Ninguém, em sã consciência, quer brincar de adivinhar. Não há como correr e muito menos se esconder. O importante é estar em constante aprendizagem, se o mercado é mutável também devemos ser, caso contrário não teremos condições de sobreviver.

Porém, mesmo em constante mudança percebemos que é primordial manter o foco. Quando o assunto é marketing, por exemplo, há uma tendência de dar ares místicos e complexos, ao que na verdade é simples e óbvio. Philip Kotler recentemente elencou que o foco do marketing não mudou e não vai mudar, sempre existirão as necessidades do cliente, os valores e a satisfação do consumidor. O que muda não é o marketing, mas sim o ambiente e as ferramentas.

Apostar na forma que o mercado vê e interage com sua marca é o ponto chave. Mídia tradicional e digital, uma não depende da outra, mas se auxiliam de forma a serem consideradas inseparáveis.

Encontrar equilíbrio é o desafio.

*Leonardo Maximiano
É empresário, blogueiro e consultor com pós graduação em Marketing Digital e Mídias Sociais e Comunicação e Marketing. CEO na Agência de Desenvolvimento Empresarial Ox Interativa e proprietário dos sites No Vitrine e Banda Lerda. Coordenador de Coomunicação e Mídias Sociais da CONAJE
leonardo@oxinterativa.com.br
https://www.facebook.com/LeonardoMaximiano
Twitter.com/Leonardo_MaxS

Comentários